Dieta... sem sacrifício!

Fazer dieta não pode, de forma alguma, ser um sacrifício! Porque das duas uma, ou passaremos a ser pessoas menos felizes, ou acabaremos por desistir a meio! Mas também fazer dieta não custa assim tanto! E não, não temos de comer alface ao pequeno-almoço, ao almoço e ao jantar! Também não é preciso produtos diferentes, especiais ou dispendiosos para fazer dieta (é possível perder peso com os produtos que usamos no dia-a-dia). Uma alimentação equilibrada e saudável é muito mais do que isso! Depois de iniciar a minha "dieta" é que tive noção dos erros que cometemos diariamente! É que tive real noção do excesso de calorias que ingerimos sem necessidade nenhuma. Uma regra que impus a mim própria foi não deixar de comer nada mas também não comer tudo! É importante fazermos escolhas inteligentes, estabelecer prioridades, decidir pelo melhor. Há pequenos truques que podem fazer toda a diferença. Um deles é reduzir os hidratos. O nosso corpo precisa de hidratos de carbono e não me parece sensato eliminá-los. Mas acho que a sua ingestão deve ser controlada, ou melhor, deve ser moderada. Quem o diz?! Eu! Eu, a pessoa que adora pão, batata, arroz, massa, etc, etc, etc! Mas é verdade, ingerimos muitos mais hidratos para além daqueles que o nosso organismo precisa! Ele é o pão com cereais ao pequeno almoço, ele é o pão a acompanhar o almoço que já tem massa, ele é a batata no mesmo prato onde há arroz, ele é a sandes ao lanche com uma fatia de bolo, ele é não sei mais o quê ao jantar! E aqui é muito fácil optar e fazer uma escolha inteligente! Se vamos comer pão ao pequeno almoço então não precisamos dos cereais, ou vice-versa! Se já temos massa no prato do almoço, então não precisamos do pão a acompanhar! Se já temos arroz como acompanhamento, não precisamos de batata! Se vamos comer uma sandes ao lanche não precisamos daquela fatia de bolo! E por aí fora! Percebem o que quero dizer?! Reforço, fazer escolhas inteligentes!

22 comentários:

  1. Tens toda a razão no que dizes. Temos muitos maus hábitos que pensando bem nem são assim tão difíceis e penosos de eliminar.
    Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  2. Concordo inteiramente e não acredito em dietas dolorosas. Acredito em decisões sensatas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitas vezes os quilos que ganhamos devem-se ao excesso de hidratos e não propriamente ao excesso de porcarias. Reeducação alimentar, mais nada! Beijinhos

      Eliminar
  3. Concordo plenamente contigo e essa foi uma das formas que me levaram a perder peso. Ao jantar só como hidratos de carbono se for comer fora, em casa elimino-os por completo uma vez que não necessitamos muito deles durante a noite. Além disso, procuro ter apenas uma fonte de hidratos ao almoço (acabaram-se as batatas com arroz, mas ainda como o arroz com feijão, pronto). Perdi o hábito de comer pão à refeição mas não dispenso a fatia de bolo ao lanche com um pão escurinho. A verdade é que temos de nos adaptar a um novo estilo (não precisa de ser muito diferente) e se nos reeducarmos, emagrecemos de certeza :)
    Gulosoqb

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente! E é como eu disse, fazer dieta não sigbifica nem tem de ser sacrifício. E nem sequer temos de nos privar de nada, simplesmente temos é de controlar o que comemos e comer de forma inteligente! Beijinhos

      Eliminar
  4. O teu post ficou perfeito é um bom guia para quem quer comer de forma mais sudável!!
    bjns

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por vezes não precisamos fazer grandes dietas, basta mudar alguns hábitos! Beijinhos

      Eliminar
  5. Tens toda a razão Elisabete. Eu nunca fiz nenhuma dieta rigorosa porque felizmente nunca precisei, mas quando quero perder peso basta-me fazer uns ajustes alimentares e começo logo a notar. Sem entrar em fundamentalismos nem dietas loucas e sem supervisão, diminuir as quantidades que se comem e substituir alimentos maus por bons acho que é um bom caminho. Gostei das tuas dicas e sem dúvida que assim consegues alcançar o peso que tanto queres. Beijinhos***

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Toda a gente quer perder peso depressa mas isso nem sempre é sinónimo de saúde. Acho que deve ser um processo gradual, começar a fazer ajustes devagarinho e depois ir aperfeiçoando à medida das nossas necessidades. Beijinhos

      Eliminar
  6. ora estou precisamente na mesma fase... a DIETA ...
    No geral a minha alimentação é normalmente o mais saudável, tendo em conta que o faço por vontade própria e não por situação de doença.
    Cá em casa não faço fritos, não utilizo refeições pré cozinhadas nem fast-food, raramente uso natas, e quando uso são as vegetais ... queijos e iogurtes magros, carnes brancas ... etc ...
    Mas o meu pecado é exatamente o excesso de hidratos e de açúcar.
    Gosto muito de doces, sou viciada mesmo ... (chocolate put me crazy) :p
    De vez em quando obrigo-me a fazer uma desintoxicação, cortando drasticamente nos hidratos de carbono e nos doces...
    No inicio custa-me horrores, a "ressaca" faz-me dores cabeça, olheiras, vista cansada ... mau humor ... lol
    mas passado 2 semanas a coisa recompõe-se ... deixo de sentir estes sintomas tão vincados e começa a notar-se os resultados.
    reduzo o consumo da quantidade de hidratos durante o dia e se quero comer um quadradinho de chocolate negro, não como os hidratos da refeição...
    é uma luta ... mas sinceramente não me revejo na situação de viver uma vida castradora deste genero... ou pior ainda ... isso deixaria-me imensamente infeliz e não tem nada a ver com o meu ser.
    Farei a minha dieta enquanto não chegar ao peso que pretendo, mas depois virá a fase de se abusas hoje, estas 2 ou 3 dias a evitar calorias para compensar ... um dia de cada vez ...
    O meu mal nas dietas é que quando se começam a notar os resultados, eu quebro e volta tudo ao normal ...
    Vamos ver como corre desta vez! :) não é que eu engorde muito! a gordura é que se localiza na minha barriga :( (depois andam sempre a perguntar-se se estou gravida, pois tenho uma barrigota bem redondinha ... lol)...

    Boas dietas meninas!
    bjs
    Carla

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem todas as pessoas são iguais, nem todos os metabolismos são iguais, nem todas as mentes são iguais. As pessoas e o organismo reagem de forma diferente às dietas, uns adaptam-se melhor, outros pior, outros nem se conseguem adaptar. Acho que quando decidimos fazer dieta não devemos entrar logo a matar. Ir devagarinho, com calma, sem pressas. Há que ter motivação. Muita. Porque quando não há foco suficiente acaba-se por desistir porque não estavamos completamente motivados. Também devemos encontrar primeiro a dieta ideal. Aquela que nós e o nosso organismo aceitar melhor. E assim que acertarmos é só continuar. Eu decidi que a minha dieta não seria uma daquelas dietas malucas, castradoras, não abdicaria de nada do que gosto. Apenas iria reduzir e cortar onde pudesse fazê-lo. E até agora tem resultado bem. Os resultados notam-se e eu estou muito satisfeita com o tipo de alimentação que tenho. E se reparares, as receitas que vão aparecer aqui quase nem parecem de dieta, mas são as que me têm ajudado a perder peso. O que é bom pois assim não olhamos para o prato sempre a pensar "eh, que chatisse, estou de dieta...". Força Carla. Tenho a certeza que hás-de conseguir encontrar e cumprir uma dieta saudável e equilibrada e que te proporcione os resultados que tanto desejas. Um beijinho

      Eliminar
  7. concordo inteiramente contigo - dieta para vida só se for assim, com reeducação alimentar e não com privações que só levam a frustrações e, consequentemente, a desequilíbrios alimentares!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida, tem de ser, só se vive uma vez e a vida é demasiado curta para nos privarmos das coisas que gostamos! Beijinhos

      Eliminar
  8. Pois é a dieta... ai a dieta...
    Olha eu nunca fiz dieta na vida, sempre comi tudo que me apetecia, doces molhos, natas.... enfim tudo mesmo, e sempre fui magra... ainda que nunca fui muito fã de comer pão á refeição, nem misturar batatas com arroz, muito raramente comia bolos ou salgados em pastelarias e nem sou de andar sempre a comer bolachas, mas comia de tudo, agora a "porcaria" da tiróide avariou, as hormonas femininas dizem que estão velhas e cansadas e a pouco e pouco comecei a aumentar um kilito aqui e outro acolá e se não tomo cuidado um dia destes estou uma bola....
    Mas não está fácil, não consigo estabelecer um plano de dieta para perder nem que seja os kilos que aumentei nos últimos 4 anos....talvez porque nunca cometi exageros e como mais ou menos saudável, e principalmente porque gosto de comeeeerrrr :-)
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, o meu problema também é esse, gosto de comer! Para mim comer é um prazer! Não é aquele comer e comer por comer. Não, é mesmo aquele comer de saborear com gosto, adoro! Só que ao gostarmos de saborear vamos comendo mais do que devemos, pelo menos era o que acontecia comigo e muitas vezes aí é que está o problema. Desde que comecei a minha dieta fui aprendendo a dizer não a certas coisas mas principalmente a saber parar, ou seja, se gosto muito de uma tarte, em vez de comer quatro fatias aprendo a controlar-me e como só duas. Eu não entrei em nenhuma dieta, chamo-lhe dieta mas no fundo não é bem, aliás, as receitas que vou publicar aqui vão mostrar isso mesmo, a minha alimentação continua a ser (praticamente) a mesma, apenas reduzi nalgumas coisas, ajustei outras, substituí outras, e isso fez toda a diferença. Com isto aprendi que não é necessário dietas malucas ou muito exigentes e restritivas para que percamos peso. Agora quando mete tiróide à mistura aí deve ser bem mais complicado uma vez que essa amiga controla tudo. Beijinhos

      Eliminar
  9. Acho que estás certa, com os mesmos alimentos é possível fazer uma alimentação equilibrada ou não (desde que esses alimentos não sejam bolos e pizza :P ) :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro, há que haver moderação em tudo, até mesmo naquilo que é considerado saudável! Beijinhos

      Eliminar
  10. Acho que acima de tudo para o sucesso de uma dieta, temos de estar focados, se estivermos a coisa corre bem senão tudo estragado, já fiz várias dietas e para além do exercicio fisico regular sei que o principal é estar focada. bjs

    ResponderEliminar
  11. Eu como umas 100gr de arroz ao almoço de semana e pão ao ao pequeno almoço apenas 3x. Não sou muito amiga do pão. À noite não como hidratos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também como, nem pensar deixar de comer pão ou arroz! Mas reduzi bastante, e como já me habituei agora não custa tanto! Beijinhos

      Eliminar

Grata por passarem pela minha cozinha!