Rubrica - Partilha o Teu Testemunho - III

E a partilha de hoje vem mesmo do Cantinho da Partilha! Como poderão perceber pelo relato da Nina, o excesso de peso tem as mais variadas causas e nem sempre é tão simples assim de resolver, mas com vontade e determinação tudo se consegue! Ora vejam!


"Esta é a minha pequena história....
Estou com 38 anos (uma menina hi,hi!) e sempre tive problemas hormonais o que pelos meus 19 anos pioraram e muito...Comecei a fazer tratamentos e aí o meu peso variou muito...
Fiz durante 5 anos indução de ovulação para engravidar...e antes de engravidar tinha 8oKg (e meço 1, 57)...durante a minha gravidez, como não tinha o problema a causar distúrbios, emagreci 15kg!!!!!!!! Pois é, as pessoas engordam e eu emagreço quando grávida!!!!!!!!  :) :) Parece mentira mas é verdade! Sentia-me a pessoa mais feliz do mundo! Grávida e "jeitosa"!  
Tive a minha filha (a íris agora com 12 anos) e após 6 meses o problema voltou...e assim é até hoje.
Iniciei por contar esta parte pois é a consequência do meu peso e principalmente da má gestão alimentar que fiz durante estes anos todos! Pois como desculpa de ter este distúrbio, comia muito pouco, ou melhor comia 1 a 2 vezes por dia!
Mas isso não me fez emagrecer...pois quando comia era à noite...ora bem sabemos que o organismo tinha de ir buscar tudo para compensar a ausência do NADA durante o dia todo! Trouxe me problemas de estômago e colesterol e claro está o PESO!
Demorei a acordar! Pois havia sempre outras coisas à frente...a família, estudos, trabalho, etc, etc, etc. Desculpas!
Acordei e nunca é tarde, pois com um problema na coluna o peso não ajuda nada! E querer me sentir com mais energia ainda mais!
Há 5 meses atrás tinha 83Kg...neste momento 70kg, já foram 13 kg! 
Como fiz?! Iniciei por ir para o ginásio perto do meu trabalho e marquei uma consulta com uma nutricionista que me mandou literalmente COMER!!!!!!!! pois...esta era a parte pior...comer...!
Mas eu fiz de tuudo! A minha grande ajuda foi o telemóvel, para pôr despertadores nas horas de comer, a lancheira repleta de comida saudável e tenho que dizer que as minhas colegas de trabalho ajudavam muito a terem sempre o cuidado de andar atrás de mim para eu comer!
Dentro da comida saudável também tinha de fazer selecção para perceber o que eu gostava e que me ia saber melhor para comer sem ter fome, pois eu não estava habituada a ter fome!!
Então o pequeno almoço era e é inquestionável! os lanches são sempre muito variados e pouquinho e as refeições repletas de muitas verduras e por vezes frutas. Não deixei de comer nada, mas sim distribui e alterei alguns alimentos. Por exemplo o leite passou a ser magro e sem lactose, os hidratos de carbono cortei muito mas quando como é só ao almoço e tento sempre que sejam integrais, como por exemplo o pão da manhã. Ainda vou tendo algumas restrições pois ainda quero perder mais peso, agora a minha batalha é perder mais 7kg. depois é continuar o estilo de vida que nos habituamos! Eu hoje já não preciso de telemóvel, pois já sinto fome, o que ajuda muito!
Nunca eu comi tanto!!! Hi.hi! 
Ah e importante, cá em casa eu não faço comida separada! Faço tudo normal, sendo que fujo de pratos com tudo misturado (por exemplo, bacalhau com natas, massas com carne, etc) pois assim é mais fácil de eu separar o que como com o que a restante família come. Sendo que come-se muito mais vezes e existe sempre mais variedade de legumes e todos tem beneficiado disso, e não é por isso que eles emagreceram, pois nem eu queria! Pois eles (marido e filha ) são magros! :) :) , a minha mãe agradece pois mantém o seu peso melhor!
 Outro ponto que aconteceu e me deixou triste, por vezes estacionamos, literalmente, no mesmo peso durante um tempo e pensamos..."-oh céus isto não vai dar em nada"...eu fiquei muito triste, pois andamos a fazer tudo direitinho e nada do ponteiro se mexer!
Mas depois percebemos que não é bem assim e o resultado depois salta à vista!
Hoje para além de estar já sem auxílios para lembrar de comer, já não vou à nutricionista, continuo a ir ao ginásio 3 vezes por semana e antecipo as refeições para durante a semana. A organização da alimentação é fundamental, mas isso ajuda e muito até na organização familiar como também financeira! Acreditem! Não se compra nada desnecessário e que depois fica lá na despensa até perder a validade!

Acredito que isto só resulta se encararmos como um estilo de vida e não algo passageiro! é a nossa saúde que está em jogo!
Acredito que a parte pior já passou e agora é continuar e aprender a ouvir mais o nosso corpo, pois ele fala connosco e nós com o stress do dia a dia não o ouvimos!

Beijinhos!

Nina"


Para qualquer questão é só preencher a caixa dos comentários abaixo. O meu muito obrigada à Nina por esta partilha!

38 comentários:

  1. Olá,

    Como bem dizes uma das coisas mais importantes de uma dieta é comer várias vezes ao dia, pouquinho de cada vez.
    Parabéns pelo peso eliminado e acredita que logo, logo estarás no teu peso ideal.
    Eu em julho retomei a esta luta após ter adormecido um pouco e ter recuperado alguns quilogramas que tinha eliminado no passado mas já voltei á carga.

    Beijinhos e força.
    Desistir nunca!!
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2016/10/macarrao-de-abobora-e-grao.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo, desistir nunca! Beijinhos

      Eliminar
    2. Já estou quase e agora sem custar nada nada! Obrigada! :)

      Eliminar
  2. Verdade Nina,
    o nosso corpo fala conosco, você está certa!
    Esse tipo de testemunho ajuda muita gente, é sempre uma lição.

    Beijinhos para vc e para a querida Elisabete! ♥

    ResponderEliminar
  3. Mais um belo e inspirador testemunho. Gostei muito. Parabéns à Nina e também a ti Elisabete, por nos trazeres esta rubrica.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  4. Temos mesmo de ouvir o nosso corpo! Gostei muito desta partilha.
    Beijinho
    http://asreceitasdamaegalinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O nosso corpo fala! Nós muitas vezes é que não ouvimos! Ou não queremos ouvir! Beijinhos

      Eliminar
  5. Acho que o grande segredo está mesmo em não deixar de comer, mas passar a comer bem. É sempre bom partilhar estas histórias, pois podem servir para ajudar muita gente. Obrigada às duas pela partilha.

    Beijinhos Ana
    http://acasinhadasbolachas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada eu por nos acompanharem! Beijinhos

      Eliminar
    2. Obrigada também! Bjs grds! :)

      Eliminar
  6. Oi Elisabete!
    Vc é realmente um exemplo de perseverança. Que muitas amigas se inspirem em vc!
    Bjssssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O testemunho de hoje não é meu! É da Nina do Cantinho da Partilha! Mas sim, também ela é uma grande exemplo de perseverança! Beijinhos

      Eliminar
  7. Parabéns à Nina pela partilha e pela perca de peso e muita força para continuar a batalha. É motivador ler estes testemunhos de força de vontade e coragem! :) Beijinhos para a Nina e também para ti Elisabete.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  8. Um belo testemunho!
    É precisa muita força de vontade!!!
    Estou a precisar de fazer o mesmo...bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É realmente precisa muita força de vontade mas tudo se consegue! Beijinhos

      Eliminar
    2. O que custa é no inicio, mas realmente é algo que tem de ser interiorizado! :) bjs

      Eliminar
  9. Um testemunho de coragem e muita força,...
    Beijinhos e bom fim-de-semana,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario

    ResponderEliminar
  10. Que testemunho inspirador. Adorei
    Muita força :)
    Bjinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bjs grds Elisabete! Obrigada pelas partilhas e de ter tido o privilegio de estar aqui no teu cantinho!
      Nina

      Eliminar
    2. Eu é que agradeço! Foi com muito gosto que partilhei o teu testemunho! Beijinho grande

      Eliminar
  11. Importante testemunho. Penso que a determinação faz toda a diferença. As regras alimentares são muito importante mas, não são suficientes: É preciso a pessoa querer; e, querer muito. Bjs e Parabéns.

    ResponderEliminar
  12. O meu grande problema e acho que da maioria também era mesmo esse, não comer as vezes necessárias e depois o organismo assimilava tudo mesmo, fosse bom ou mau, reflectindo-se na balança, na saúde e no espelho. Por isso mesmo agora não vivo sem pelo menos 4 refeições diárias no mínimo.
    Adorei ler o testemunho da Nina, confesso que nunca me tinha apercebido da sua luta com o peso mas tenho de lhe dar os parabéns pela luta e força com que tem encarado o problema. Não há nada melhor que vermos os resultados e melhor, ouvir-mos os elogios e por isso digo sempre, nunca desistam mesmo quando parece que nada faz efeito, porque o corpo por vezes demora a assimilar as mudanças mas chega lá ;)
    Parabéns à Nina pelo testemunho e a ti, Elisabete pela rubrica fantástica :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo! Por vezes parece que nada acontece mas gradualmente vão acontecendo mudanças e quando damos por nós já chegámos onde queríamos! O importante é mesmo não desistir! beijinhos

      Eliminar
  13. Gostei muito de ler esta história com um 'final feliz'! Parece que tudo evoluiu da melhor maneira, ainda bem que a solução chegou :) Uma forte inspiração :D

    ResponderEliminar

Grata por passarem pela minha cozinha!