Carne Moída com Esparguete




Diz o ditado que um homem se conquista pelo estômago! Pois bem, eu conquistei o meu marido com um simples prato de carne moída com esparguete! É verdade! Devem estar vocês a pensar que o pobre coitado era pouco exigente! Mas era completamente o oposto! Quando o conheci ele era um pouco esquisitinho com a comida. Culpa dos paizinhos... Quando ele começou a ir lá a casa, eu tinha de encontrar outras opções para além de bifes com batatas fritas! Um dia a minha mãe tinha carne moída e eu resolvi fazer um refogado, juntar béchamel e misturar em esparguete cozido. Prato feito, arrependi-me profundamente pois era demasiado banal! Enfim, não havia outra opção portanto para a mesa é que ia! Notei uma certa reticência da parte dele quando viu o prato chegar à mesa! Deve ter achado pouca graça! A verdade é que depois de provar quase não parava de comer! Desde então sempre que lhe perguntava o que queria que eu fizesse, a resposta era: carne moída com esparguete! Ainda hoje é um prato que ele adora e que me pede para fazer de vez em quando! Um dia destes resolvi fazer a célebre carne moída para ele matar saudades! Depois pensei "deixa cá ver se consigo tornar esse prato um pouco mais saudável", para que eu também pudesse comer! Substituí o béchamel por natas de soja, e o esparguete por esparguete integral! Ficou um pouco mais saudável e igualmente saboroso!


Carne Moída com Esparguete:

600gr de carne de bovino moída;
1 dente de alho;
1 cebola pequena;
2 cenouras raspadas finamente;
1 tomate pelado sem sementes;
sal q.b;
um fio de azeite;
meio pacote de natas de soja;
300/400gr de esparguete integral;

Num tacho coloca-se a cebola e o alho picados e as cenouras raspadas. Junta-se um fio de azeite e dá-se uma ligeira refogadela. Junta-se o tomate e a carne e deixa-se cozinhar. Tempera-se a carne com um pouco de sal. Assim que a carne estiver cozinhada adiciona-se as natas de soja- Num tacho à parte coze-se o esparguete al dente. Escorre-se a água e junta-se à carne. Envolve-se bem e serve-se de imediato!

28 comentários:

  1. Com béchamel nunca comi,mas aposto que fica bom! Boa ideia! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta foi feita com natas de soja, e ficou bem parecido! Beijinhos

      Eliminar
  2. Um prato que gosto bastante é simples mas muito saboroso, só falta ai bastante queijo :D


    O Cantinho dos Gulosos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, o queijo, a quem o dizes! Mas tenho de me conter! Beijinhos

      Eliminar
  3. Sabe sempre bem um prato de massa e carne :)
    Simples e super saboroso!
    Está com óptimo aspecto e as substituições são óptimas, mais saudável e igualmente saboroso.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É claro que, apesar das substituições, é um prato apenas para se comer ocasionalmente, mas sabe muito bem! Beijinhos

      Eliminar
  4. O esparguete gratinado com béchamel sempre foi dos pratos preferidos dos meus filhos. O meu filho quando era pequeno chamava a este prato " esparguete da lâmpada", pois eu acendia a luz do forno para ver se já estava pronto. Demorei algum tempo a perceber o que era aquele prato que ele pedia com frequência, rsrs, mas ainda hoje , já os filhos abandonaram o ninho, é assim que chamamos a este esparguete. Gostei da tua versão menos calórica e se é igualmente saboroso, ainda melhor.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ninguém deu pela diferença! Os meus filhos também adoram! Beijinhos

      Eliminar
  5. Nunca fiz ... mas meu sobrinho era capaz de gostar!!!bj

    ResponderEliminar
  6. É uma comida muito apreciada pelo meu filho, gosta de polvilhar com queijo ralado.
    Boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os meus filhos gostam tanto que nem do queijo se lembram! beijinhos

      Eliminar
  7. Quando andava na universidade era um prato muito frequente nas jantaradas, é económico e é uma delicia! Não havia ninguém que não gostasse :D
    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um prato que quase toda a gente gosta! Beijinhos

      Eliminar
  8. Adoro carne moída e com esparguete integral fica maravilhoso. Só nunca experimentei com natas, mas irei experimentar já na próxima vez que cozinhar carne moída! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  9. Aiiiiii tens razão, uns quilinhos a mais...estava no bom caminho, devo ter-me perdido num cruzamento qualquer...mas volto lá :p e não vai ser a olhar para este prato delicioso!! adoroooo <3 beijinhooo grande!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este prato é permitido, se não for em demasia! Beijinhos

      Eliminar
  10. tb adoro eu e o meu filho ja o marido é mais arroz e batatas mas come sempre que faço hehe o teu ficou comum aspecto mt bom ja se comia hummm bjs

    ResponderEliminar
  11. Então você conquistou o seu marido pelo estômago? Rsrs.
    O meu marido também eu o conquistei pelo estômago, o prato que fiz foi uma torta salgada de frango, ele ficou mais apaixonado ainda. Rsrs.
    O meu marido tbm não dispensa uma boa macarronada, não tem nada melhor do que um prato
    de macarrão com carne moída.

    Beijinhos, ótima semana junto a sua família!♥

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não terá sido só pelo estômago, mas se porventura havia dúvidas este prato deu o empurrão que faltava!! Beijinhos

      Eliminar
  12. E lá conseguiste conquistá-lo! hahaha adorei a história!
    Beijinho
    http://asreceitasdamaegalinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  13. Adoro massa com carne. Uma verdadeira delícia. A história subjacente à receita, é igualmente deliciosas. Bjs

    ResponderEliminar

Grata por passarem pela minha cozinha!