Noodles com Pimentos e Gambas












Como prometido, aos poucos vou partilhar convosco as últimas receitas que aqui andam nos rascunhos. Mostrei-vos algumas receitas com pimentos aqui, aquiaqui e aqui. Hoje trago-vos mais uma que preparei com os pimentos laranja e amarelos com que comprei. Estava a pensar no que a fazer para o jantar e eis que surgiu a proposta deste blog; há sugestões que parecem chegar na hora certa! Ficou o assunto resolvido! Embora não tenha feito exatamente igual fiz muito parecido. É uma sugestão simples e rápida que nos permite até gastar o que anda perdido no frigorífico.


Noodles com Pimentos e Gambas:

125gr de noodles integrais;
250gr de miolo de camarão;
um pouco de pimento vermelho;
um pouco de pimento laranja;
um pouco de pimento amarelo;
um pouco de pimento verde;
meia courgete verde;
meia courgete amarela;
1 cenoura;
3 tomates secos;
1 dente de alho;
um bocadinho de gengibre fresco ralado;
um fio de azeite;
sal q.b.;
piri-piri q.b.;
salsa fresca picada;
raspa e sumo de limão;

Pica-se os pimentos em quadradinhos. Rejeita-se a parte das sementes das courgetes e pica-se o restante em quadradinhos também. Descasca-se a cenoura e corta-se em pedaços finos. Pica-se o alho e o tomate seco. Coloca-se no wook com um fiozinho de azeite e deixa-se cozinhar. Entretanto coze-se os noodles conforme as instruções da embalagem. Quando os legumes estiverem tenros junta-se o camarão, tempera-se com sal, pimenta, junta-se o gengibre raspado e deixa-se cozinhar até o camarão estar no ponto. Junta-se a raspa e o sumo de limão, a salsa picada, junta-se os noodles escorridos e envolve-se. Serve-se de imediato.

Nota: é uma excelente opção para levar na marmita.

Rende 4 doses

O Não Regresso

Imagem retirada da net
(https://dontgetserious.com/wp-content/uploads/2017/12/happy-new-year-2018-greetings.jpg)

Finalmente consegui um tempinho para cá vir! Como foi o vosso Natal?! Espero que tenha sido repleto de paz e amor na companhia da vossa família e daqueles que mais amam. A minha época natalícia foi bastante atarefada. Nem sequer mandei mensagens de boas festas a ninguém e só ontem é que consegui fazer o nosso postal de natal (eu sei, é vergonhoso!). Ainda não consigo perceber bem o que se passou mas não tive um minuto sequer para descansar. Trabalhei até ao último segundo. Sou o tipo de pessoa que gosta de ter tudo perfeito, e se por um lado me apetece deixar algumas coisas para segundo plano, o meu outro lado da balança teima em querer tudo equilibrado e por isso tem de estar tudo como deve ser. No fim do ano gosto sempre de fazer arrumações. Tenho por hábito manter tudo minimamente organizado, porém acaba sempre por ser preciso dar um jeitinho aqui ou ali. Depois, para além de querer tudo arrumado, também gosto de ter tudo limpinho para começar o novo ano com o pé direito. Não sou muito supersticiosa, mas os antigos diziam que devíamos entrar no novo ano com a casa limpa, caso contrário andaria suja o ano todo, e por isso eu prefiro não arriscar! Com crianças é ainda mais desafiante manter tudo limpo e arrumado, uma pessoa acaba de limpar e já lá estão eles a sujar, é uma luta diária! Apesar de tudo não me posso queixar, ajuda muito quando são habituados desde pequenos. O outro Natal foi passado com a família inteira, muita gente, muita criançada... muita trabalheira (mas muita alegria também)! Como este ia ser passado apenas com a malta cá de casa, e também com pais e sogros, achei que seria mais calmo. Mas não! Foi uma azáfama igual! Mesmo mesmo no limite, mas tudo saiu a tempo! Pois na minha mesa de consoada houve polvo à lagareiro, camarão, bacalhau de natas e lombo de porco recheado com ameixas, bacon e nozes. Para acompanhar houve migas de broa com couve e bacon, batata doce, salada e um couscous bem composto e festivo. Eu sei que no Natal há a tradição de se comer o bacalhau com todos, mas na verdade eu não acho muita piada! Sou uma pessoa de tradições, mas gosto de contornar esta! A consoada é só uma vez por ano e é uma noite tão especial que acho que merece uns pratos mais requintados! Se bem que é possível transformar o bacalhau com couves num prato mais bonito. Fi-lo uma vez na primeira consoada em minha casa, dispus tudo em camadas e foi muito apreciado pois parecia uma novidade! Ninguém suspeitou que era o típico bacalhau com couves só que apresentado de forma diferente. Também não gosto de fazer sempre a mesma coisa por isso vou variando todos os anos. Para sobremesa houve um pudim de coco merengado e uma espécie de tiramissú. Não aprecio particularmente o tiramissú mas decidi fazer uma adaptação que ficou um espetáculo. Depois houve ainda bolo de natal e os doces que preparei para esta quadra. De compra houve apenas bolo-rei e bombons. Até os licores foram feitos por mim. E a noite de Natal tem de terminar com a Missa do Galo. Para mim é a missa mais bonita do ano e sem ela o Natal não é a mesma coisa! E quanto ao peso?! Engordei apenas umas gramas, nada de relevante. Nem sequer se pode chamar de peso a mais, mas sim inchaço e retenção de líquidos. Na verdade não me empanturrei de comida nem de doces. Como já vos disse várias vezes, a minha tentação nesta época é o bolo-rei. Mas não vão acreditar se eu disser que em toda a quadra natalícia só comi 2 fatias de bolo-rei! É verdade! Este ano não me apeteceu! A minha perdição foram uns falsos mon-cheri da marca Dia! Sim, logo eu que não gosto nada de mon-cheri! E continuo a não gostar! Só que estes da marca Dia são muito melhores que os originais! São mesmo viciantes e posso dizer que ainda bem que já acabaram senão seriam a minha desgraça! O que vale é que o Natal é só uma vez por ano! Apesar de eu ter um estilo de vida mais saudável, acho que nesta época podemos e devemos cometer alguns excessos. Como disse o Natal é só uma vez por ano, e afinal a vida são dois dias, por isso sejamos felizes sem pesos na consciência de vez em quando! Bom, e agora devem estar a perguntar-se qual o significado do título do post. Creio que o blog fará uma pausa prolongada (para não dizer definitiva). Por dois motivos: Primeiro, toda a gente sabe o trabalhão que dá alimentar um blog, não sei se terei disponibilidade para continuar a fazê-lo. E logo eu que disse que daqui ninguém me tiraria! Poderia postar uma vez por mês mas isso não faz sentido para mim. Para mim só faz sentido se puder cá andar com regularidade. Adoro isto, é realmente algo que me dá muito gosto fazer, mas uma das resoluções para este ano é não andar sempre a correr que nem uma louca, e para isso acho que algumas coisas terão de ficar para trás, por muito que goste delas. Segundo, porque ao fim de 12 anos a minha máquina fotográfica decidiu pregar-me uma partida. Uma não; várias! Sempre trabalhou bem, gosto imenso dela, tanto que já cheguei a ter outra e desfiz-me dela porque apesar de ser mais recente, mais moderna e mais cara do que a minha, não tinha a mesma qualidade. Apesar de já estar "velhinha", fazia umas fotos nítidas e com uma cores vivas e naturais, mesmo como eu gosto. Este natal, subitamente começou a reiniciar cada vez que a ligava. Tive de configurá-la novamente não sei quantas vezes. A bateria também inchou e passou a não aguentar carga. Depois um dia fui tirar uma foto e de repente tudo o que eu tinha no cartão de memória foi à vida. E nunca mais as fotos ficaram com a nitidez de antes. E mais uma vez o meu lado perfeccionista quer fotos como deve ser senão não vale a pena. Gosto que as receitas venham acompanhadas por fotos com o máximo de qualidade que a minha ignorância permite. Sou do género que, em tudo o que faço, ou faço bem feito ou prefiro não fazer. Não sou perfeita mas sou perfeccionista! Ainda tenho algumas receitas nos rascunhos, que publicarei brevemente. Sinto-me muito grata por estes dois anos, pela minha evolução, por aquilo que conquistei, pelos desafios que superei e pelas pessoas que conheci ainda que virtualmente. Mesmo que não possa manter o blog, espero poder continuar a visitar os vossos cantinhos. Seja como for, desejo-vos tudo de bom para este novo ano que agora se inicia. E um bem haja a todos quantos me acompanharam e continuam desse lado, ao meu lado!
Feliz Ano Novo!

Feliz Natal e Próspero Ano Novo

Imagem retirada da net
(https://gallery.yopriceville.com/var/albums/Free-Clipart-Pictures/Christmas-PNG/Transparent_Merry_Christmas_Deco_Clipart.png?m=1415796780)


Eu sei, parece que me evaporei estes dias, mas não! Tenho estado por aqui a acompanhar todas as vossas deliciosas publicações! Esta época é sempre muito atarefada, tenho tido imenso trabalho e não gosto de viver esta quadra em stress (apenas a azáfama natural da época) portanto decidi fazer uma pausa de alguns dias, voltarei no ano novo! Este ano não vos trouxe receitas novas, tinha imensas ideias para pôr em prática mas com muita pena minha não me foi possível. De qualquer modo as sugestões que vos trouxe no ano passado continuam atuais e para quem tem restrições alimentares ou pretende ter algumas opções mais saudáveis mas saborosas na sua mesa de Natal, aqui ficam novamente as sugestões! (para as receitas é só clicar nas fotos)! 















E como é tradição deixo-vos também mais um momento musical, daqueles que me transporta para os tempos de criança onde o Natal era mágico!




Desejo a todos um Santo e Feliz Natal e um Ano Novo muito Próspero!

Bolo Mármore de Banana e Chocolate (do Marco)


























Passo a vida a guardar receitas que vou experimentando quando tenho oportunidade. Depois há aquelas que nem chegam a ser guardadas pois não resisto a experimentar na hora! Foi o caso deste bolo que vi o Marco fazer no programa A Tarde é Sua. O bolo não leva açúcar, não leva farinha, não leva manteiga. E isso deixou-me logo cheia de curiosidade pois queria perceber se era realmente tão bom quanto parecia! Não, não é tão bom quanto parecia... é muito melhor do que parecia! Este bolo é uma autêntica delícia! É docinho, húmido e tão saboroso! Não dá para acreditar que é saudável! Estou apaixonada por esta receita! Pretendo repetir juntando o chocolate na massa toda, também vai ficar maravilhoso!


Bolo Mármore de Banana e Chocolate (do Marco):

4 bananas bem maduras;
60gr de sultanas (usei douradas);
3 colheres de sopa de óleo de coco derretido;
3 colheres de sopa de leite;
4 ovos;
75gr de farinha de aveia;
60gr de farinha de coco;
1 colher de sobremesa de fermento em pó;
100gr de chocolate negro;
1 colher de sopa de óleo de coco;

Numa taça coloca-se as bananas e as sultanas e tritura-se bem com a varinha mágica. Junta-se o óleo de coco e o leite e mistura-se. Noutra taça coloca-se os ovos e bate-se com a batedeira. Junta-se o preparado de banana e bate-se para misturar. Incorpora-se as farinhas e o fermento. Divide-se a massa em duas partes. Derrete-se o chocolate com 1 colher de óleo de coco e junta-se a uma das partes de massa e mistura-se bem. Coloca-se numa forma untada e enfarinhada alternando as massas. Vai ao forno pré-aquecido a 180º cerca de 20 minutos. Retira-se, deixa-se arrefecer ligeiramente antes de desenformar.

Nota: pode decorar-se com chocolate derretido e rodelas de banana.

Rende 12 fatias